Testes de Covid-19, em Pedreiras, vencidos?: “É para deixar qualquer um doido”

Testes de Covid-19, em Pedreiras, vencidos?: “É para deixar qualquer um doido”

A testagem em massa tem desenhado, em Pedreiras, Maranhão, um quadro preocupante, no que diz respeito à Covid-19. Os números do último levantamento divulgado pela gestão Vanessa Maia, apontam que dos 5.841, 715 são casos ativos. Um contexto que levou a gestora a decretar “estado de calamidade pública em todo o território do Município de Pedreiras, para fins de prevenção e enfrentamento ao Civid-19’. Deste decreto deriva a resolução Nº 007/2022, assinada pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente (CMA), que em suma, suspende a emissão de autorização para eventos por 90 dias. Os bons de conta já sabem: se o cenário não mudar não haverá carnaval.

Na noite de sexta-feira (21), vieram à tona denúncias sobre suposta testagem, em Pedreiras, Maranhão, com os testes vencidos. “Dia 07 de janeiro o vencimento e fiz o teste quinta-feira, dia 20”, confirma fonte ouvida pelo jornal O Pedreirense.

Já José Rodrigues de Sousa teria testado positivo. Na folha do resultado a data da coleta foi 20 de janeiro, já a validade do teste indicado foi 7 de janeiro de 2021.

Fonte: José Rodrigues de Sousa

“O meu está com essa data, o da minha menina está com essa data. É para deixar qualquer um doido”, reverbera uma fala de desespero.

Laudo entregue à fonte, que tendo feito o teste no dia 20, o recebeu, no mesmo dia, testando positivo, com teste supostamente vencido em 7 de janeiro.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), aprovou a Resolução-RE Nº 5.024, de 3 de dezembro de 2020, publicada no Diário Oficial da União. Nela o órgão estende o prazo de validade de testes de Covid-19 tipo RT-qPCR.

Este é um dos pontos importantes: qual o tipo de teste realizado no caso dos cidadãos que, fizeram o teste e receberam laudo no dia 20, com a data do teste apontando vencimento para o dia 7 de janeiro?

“Você tem para cada vencimento uma extensão de quatro meses. Assim, os testes que vencem em dezembro passam a ter prazo de validade até abril, os que vencem em janeiro, até maio, e assim por diante, com a extensão dos testes que venceriam em março, ficando para julho”, disse Arnaldo Medeiros, Secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (MS), à Agência Brasil.

As razões “excepcionais” para essa aprovação são trazidas por Cristiane Jourdan, diretora da Avisa,  durante audiência, no dia 8 de dezembro de 2022: “Gostaria de destacar as principais premissas que nos levaram a decidir de forma excepcional sobre a demanda apresentada pelo Ministério da Saúde. Todas essas premissas e a análise criteriosa dos técnicos nos levaram a um parecer favorável à prorrogação dos prazos para a validade dos kits diagnósticos adquiridos.”

Ainda segundo Cristiane, cabe o Ministério da Saúde fazer analises mensais para averiguar a sensibilidade dos equipamentos, enviar mensalmente amostras dos lotes para a Avisa e elaborar um plano de gerenciamento de riscos.

Em meio à dúvidas que pairam e não cabem a Avisa responder, mas sim a gestão pública municipal, uma mulher, não identificada, afirma via áudio que houve um problema de impressão dos resultados.

“É porque o rapaz, quando fez a impressão dos laudos, imprimiu muitos de uma vez e não percebeu a data do lote que já tínhamos trocado. Por isso foi impresso com essa data. A gente fez os testes todos no prazo de validade”, diz a mulher, que também destacou a resolução da Anvisa, citada anteriormente.

O que diz a gestão?

Em vídeo publicado na manhã de hoje (21), o secretário de saúde do município, Marcílio Ximenes, não entrou no mérito das denúncias: “Não acredite em fake news! Nossos testes estão dentro da data de validade. Não tem nenhum teste, que foi feito no município de Pedreiras, fora da validade”. Em diálogo com o jornal O Pedreirense, via WhatsApp, Marcílio confirmou ter se tratado de um erro de impressão, ratificou que os testes aplicados estão dentro do prazo de validade e ressaltou impactos do aumento de casos entre a equipe de saúde. Ouça o que ele disse a seguir:

Marcílio Ximenes, secretário de saúde de Pedreiras.

Abaixo, fotografias enviadas pelo secretário referente ao kit de testagem rápida, Lote:210562Z186, com validade 10/2022.

Foto: Secretaria de Saúde de Pedreira

Foto: Secretaria de Saúde de Pedreiras
Foto: Secretaria de Saúde de Pedreiras

Por volta das 15h, deste sábado (22) a prefeitura publicou a seguinte nota:

Blog Cidades do Maranhão

Deixe um comentário