PIS-PASEP está de volta! Saiba se você irá receber o abono salarial a partir de janeiro

PIS-PASEP está de volta! Saiba se você irá receber o abono salarial a partir de janeiro

Governo ainda estuda pagamento dobrado de até R$ 2,4 mil em 2022

O governo federal confirmou o retorno do pagamento do PIS-PASEP em janeiro de 2022. O abono salarial não foi pago em 2021 e isso poderá acarretar valor dobrado aos trabalhadores no próximo ano. Vale ressaltar que só recebe quem atende a todos os critérios.

Os funcionários de empresas privadas devem sacar o PIS em agências da Caixa Econômica Federal ou lotéricas. Já servidores públicos podem retirar seus valores em agências do Banco do Brasil. Têm direito ao abono salarial cerca de 23 milhões de trabalhadores.

A expectativa é que o PIS/Pasep seja pago com base no mês de aniversário dos trabalhadores, tendo em vista que os pagamentos ocorrerão entre janeiro e dezembro, podendo se estender até o primeiro semestre de 2023.

Quem tem direito ao PIS-PASEP?

Em suma, para ter acesso ao pagamento do abono salarial do PIS-Pasep, o cidadão precisa se encaixar nos seguintes requisitos:

  • Ter trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias no ano-base;
  • Além disso, o trabalhador pode ter recebido mensalmente, no máximo, dois salários mínimos, em média;
  • Paralelo a isso, o cidadão precisa estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos 5 anos;
  • Por fim, a empresa onde o trabalhador atua precisa informar os dados corretamente ao governo.

Quanto vou receber de PIS-PASEP?

Vale lembrar que o abono é proporcional à quantidade de meses trabalhados, veja:

  • Quem trabalhou um mês deve receber — R$ 100
  • Quem trabalhou dois meses deve receber — R$ 200
  • Quem trabalhou três meses deve receber — R$ 300
  • Quem trabalhou quatro meses deve receber — R$ 400
  • Quem trabalhou cinco meses deve receber — R$ 500
  • Quem trabalhou seis meses deve receber — R$ 600
  • Quem trabalhou sete meses deve receber — R$ 700
  • Quem trabalhou oito meses deve receber — R$ 800
  • Quem trabalhou nove meses deve receber — R$ 900
  • Quem trabalhou dez meses deve receber — R$ 1.000
  • Quem trabalhou onze meses deve receber — R$ 1.100
  • Quem trabalhou doze meses deve receber — R$ 1.200

O mesmo vale para o ano-base 2021. Neste caso, deve-se somar os valores dos dois anos para saber o total a que tem direito.

Blog Cidades do Maranhão

Deixe um comentário